Início Artigos iluminação Você sabia que uma iluminação bem planejada pode diminuir o seu estresse?...

Você sabia que uma iluminação bem planejada pode diminuir o seu estresse? Descubra como!

101
0
Iluminação natural dentro de casa (Fonte: revista casa e jardim)

Ao planejar um ambiente, uma casa ou estabelecimento, há um elemento essencial que quase nunca está no topo de preocupações das pessoas, ao menos não quando deveria estar, que é no início de tudo, antes do primeiro tijolo ser colocado. Estamos falando da iluminação. Não sei se podemos nos considerar culpados por negligenciá-la, já que hoje a temos tão facilmente, simplesmente apertando um interruptor. É difícil que tenhamos por ela o mesmo respeito que os nossos antepassados que, sem eletricidade, tratavam a luz como um objeto precioso – cuidadosamente preservada numa tocha, vela ou redoma de vidro – e que sabiam, acima de tudo, aproveitar a luz natural em seus projetos e empreitadas. Sim, porque há dois tipos de luz, a natural e a artificial, e construir um ambiente harmônico e agradável pressupõe pensar sobre como cada uma delas poderá ser aplicada, mesclando-as com inteligência.

Iluminação Natural

Iluminação natural (imagem: pensamentoverde)

A luz natural, é obvio dizer, tem uma única fonte, duas, se formos considerar a Lua, que nos ilumina indiretamente, mas que também é provida pela luz do Sol. Ao planejarmos um ambiente, para utilizarmos a iluminação natural com inteligência, é necessário, antes de qualquer coisa, observarmos o terreno onde ficará localizado, atentando-se aos seus arredores, observando construções vizinhas e a posição do Sol, ao nascer e ao se pôr.

Sim, a iluminação de um ambiente não aparece por acaso, todo e qualquer plano de luminosidade deve ser bem planejado antes de sua execução. E a mesma regra não se aplica a todo e qualquer cômodo, sendo necessário compreender que cada tipo de ambiente deve receber um tipo de luz em especial, e ele deve respeitar os parâmetros estabelecidos, a fim de se ter um maior aproveitamento da luz.

O conforto visual que a iluminação natural produz é apenas um dos benefícios que ela traz, já que a sua presença também deixa o ambiente mais agradável, gerando bem-estar. Seu correto planejamento é capaz, inclusive, de diminuir o nível de estresse dos membros da casa, em especial do que paga as contas, não só pelo conforto mas também pelo alívio de ter uma conta de luz mais barata no fim do mês.

Iluminação Artificial

Lustre floratas, Startec

É importante salientar que a iluminação não cumpre apenas um papel funcional na vida das pessoas, ela também atua com elegância na decoração, proporcionando ambientes mais bonitos, charmosos e aconchegantes, e para alcançar esse estágio de conforto, a luz artificial entra como uma poderosa aliada.

Mas calma, não é só uma questão que colocar uma lâmpada ali, e pronto, é necessário, antes de qualquer coisa, a cuidadosa escolha dos elementos de iluminação que vão compor um ambiente, respeitadas as diferenças de cada cômodo.

A iluminação de uma cozinha, por exemplo, precisa ser mais intensa, uma vez que é um ambiente de trabalho, que exige concentração e há a necessidade de se conseguir enxergar bem o que se está fazendo, especialmente considerando os riscos do manuseio de ferramentas e elementos como fogo e faca. Já na sala de estar a iluminação deve ser mais amena, fornecendo uma atmosfera agradável e aconchegante.

Viu? Iluminar uma casa pode parecer uma tarefa simples, mas não é. E existem ainda os diferentes tipos de elementos para cumprir essa função, como lustres, pendentes e luminárias, e cada um deles compõe de maneira distinta o local, entenda as suas características:

Lustres

Clique nas imagens para mais detalhes…

Combinando o antigo e o moderno, essas peças são ótimos elementos de decoração, e existem para ocupar um espaço de destaque na casa, como halls de entrada, sala de jantar, de estar ou outros ambientes amplos onde eles possam ficar bem visíveis.

Suspensos no teto e compostos por vários braços e ramificações, os lustres permitem uma iluminação ampla e confortável, pois usualmente os seus pontos de luz são posicionados para cima.

O volume e a altura do cômodo são pontos importantes a serem considerados no momento de escolha do lustre. Ele sempre tem que dialogar com o tamanho do ambiente e, principalmente, com o que está logo abaixo dele, como por exemplo uma mesa.

Pendentes

Clique nas imagens para mais detalhes…

A luminária pendente é considerada um elemento decorativo. Ela recebe esse nome por conta da sua instalação ser suspensa ou pendurada e porque, diferente do lustre, tem apenas um fio que liga a sua superfície à sua base. Comuns em restaurantes que querem propiciar um clima mais agradável e intimista, ou em mesas de jogos como o Pôquer, as luminárias pendentes podem ser encontradas em diversas cores e texturas, e são aplicáveis tanto em decorações mais rústicas, despojadas e neutras quanto nas coloridas, modernas ou sofisticadas.

Luminárias

Luminária é uma categoria genérica para se referir a diferentes peças de iluminação. Ela está subdividida em vários tipos, conheça cada um deles:

Luminárias articuladas:

Clique nas imagens para mais detalhes…

Podem ser de mesa (abajures) ou de chão (pedestais). A sua função é iluminar ambientes menores, como cabeceiras e locais de trabalho. São aliadas interessantes para leitura e atividades de grande concentração. Existe ainda a opção de pedestais para jardim, que vêm em formatos menores e simplificados.

Luminária arandela:

Luminária Arandela

São aquelas instaladas na parede, muito utilizada na decoração de corredores, halls e ambientes de passagem. Compõem bem com fotografias e quadros.

Luminária de sobrepor:

Clique nas imagens para mais detalhes…

Instaladas em paredes e tetos, essas luminárias são as mais comuns que conhecemos e sua principal característica é iluminar o ambiente inteiro. Além dessas, existem também outros tipos de luminárias de sobrepor, como os Pendentes, que tratamos ali em cima, os Spots que direcionam as lâmpadas para direções diferentes, e os Plafons, luminárias rentes ao forro.

Luminária de Embutir:

Clique nas imagens para mais detalhes…

Diferentemente da luminária de sobrepor, a luminária de embutir, como sugere o nome, fica escondida, deixando apenas a parte da luz exposta. Elas possuem a mesma vantagem prática de iluminar o ambiente inteiro que a luminária de sobrepor tem e ainda com um design clean e moderno.

Pois bem, agora que você entendeu a importância de planejar a iluminação do seu projeto, passeie por aí, conheça as suas opções e escolha, com calma, de que forma vai compor cada ambiente/cômodo da sua casa/estabelecimento. E saiba: não importa qual iluminação você vai escolher, a Hiper JN possui uma coleção completa de lustres, luminárias e pendentes para qualquer que seja a sua necessidade.


DEIXE UMA RESPOSTA CADASTRANDO-SE PELO SISTEMA DO BLOG OU ROLE MAIS PARA BAIXO E COMENTE PELO FACEBOOK

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, entre com seu nome aqui.